Por que a NBA cresce no País do Futebol #89

17 de setembro de 2022

Por que a NBA cresce no país do futebol? #89

N√£o quero discutir a pr√°tica do esporte em si.

Apesar de gostar de futebol, hoje sou um assíduo espectador de basquete (NBA). O que antes eu dividia entre os dois, hoje minha preferência é total pela NBA.

Existem várias diferenças na construção das ligas, onde o futebol valoriza o time mais rico ou de mais torcida, já na NBA, apesar de todos os times serem ricos, a preferência é pela qualidade do campeonato.

Os ganhos dos times na NBA são os mesmos, e o time que tem a melhor gestão, acaba se sobressaindo. O New York Knicks possui a maior torcida e está há anos acumulando tropeços e longe de qualquer probabilidade de título, um desastre de gestão.

Na NBA, tem um teto m√°ximo de sal√°rios para que nenhum time encha seu elenco com estrelas. Cada time, tem, pelo menos, um grande jogador.

Eles possuem ligas universitárias fortes, e no fim da temporada da NBA, ocorre o Draft, onde os times piores colocados da liga, podem escolher os melhores jogadores universitários. A ideia é sempre equilibrar o campeonato.

Na verdade, os piores times possuem a op√ß√£o de escolher primeiro, n√£o necessariamente essa escolha √© sempre certeira. Michael Jordan, por exemplo, foi apenas o 3¬ļ selecionado. Isso √© a gest√£o que eu havia falado acima.

Hoje, a grande equipe da liga √© o Golden State Warriors, 4x campe√Ķes em 8 anos. Eles possuem um trio hist√≥rico de estrelas, Stephen Curry (7¬™escolha), Klay Thompson (11¬™escolha) e Draymond Green (65¬™escolha!).

A mentalidade futebol x nba é muito diferente, principalmente olhando para o Brasil.

Um elenco profissional de futebol possui 30 ou mais atletas, que possuem uma garantia por contrato, fazendo com que muitos jogadores se acomodem e n√£o tratem o esporte como sua profiss√£o. No primeiro ‚Äúmelhor contrato‚ÄĚ que fazem, param de se dedicar.

Na NBA, uma rotação de time é feita com 10 jogadores, no máximo 12. O elenco pode ser até maior, mas nem todos jogam. Todos os times possuem um time B que jogam uma liga alternativa, visando desenvolver novos jogadores.

O negócio da NBA é, se você não se dedicar, tem sempre alguém voando atrás de você. Não tem espaço para corpo mole, uma cultura recorrente do futebol.

Os elencos reduzidos fazem os jogadores brigarem por cada milímetro para ganhar minutagem e contratos melhores. Só a elite dos atletas consegue se manter na liga.

Além do nosso futebol local estar em decadência desde o fim dos anos 90, com os grandes craques saindo cada vez mais cedo, esse senso de competividade da NBA é algo que conquista até quem não é fã de nenhum esporte. Por isso o basquete cresce tanto no Brasil.


Texto Escrito por Tiago Valente.


Leia o meu 1¬ļ E-Book: “Aprenda a Criar um Neg√≥cio Online Fazendo o que voc√™ AMA”

Deixe seu Coment√°rio: